Cana - Açúcar - Bioenergia - Etanol
Twitter Wordpress

Clippings

Voltar

Economista prevê fim da recessão em 2019, e critica aumento de impostos

10/08/2017

O fim dos efeitos da recessão só serão sentidos em 2019. Essa é a análise do economista Danilo Orsida, que concedeu entrevista ao Diário do Estado para tratar da economia brasileira. De acordo com o especialista, o cenário de depressão econômica começa tem começado a se dissipar, mas as melhorias só poderão ser sentidas daqui a dois anos. (confira a entrevista completa acima).
“Os indicadores dizem que o Brasil está galgando uma recuperação, mesmo que a passos lentos. Porém, o cenário político está muito atrelado a esse ambiente de incertezas, inclusive na economia. As análises de mercado, em especial o FMI (Fundo Monetário Internacional), destacam um cenário de recuperação neste ano. A saída total deste cenário seria em 2019, quando sairíamos dos números negativos e passaríamos para os positivos”, afirmou o economista.
Aumento dos tributos
Há duas semanas, o governo federal aumentou via decreto a incidência dos tributos de PIS e Cofins sobre os combustíveis. Em Goiânia, a gasolina, por exemplo, saltou de R$ 3,55 para R$ 4,29. O reajuste revoltou a população, que lida com um cenário de recessão e desemprego.
Danilo Orsida alertou que há outro fator não pesado pelo governo e, por isso, classificou o aumento dos impostos como inoportuno.
“O aumento da tributação PIS/Cofins foi inoportuno. Isso onera o consumo e é inoportuno porque é muito próximo da entressafra da cana de açúcar. Ou seja, temos uma menor produção de cana e o preço do etanol aumenta. O etanol compõe a gasolina e, por consequência, o valor da gasolina aumenta”, lembrou o economista.
O especialista reiterou a crítica à medida do governo, explicando o sistema tributário brasileiro. Orsida entende que o peso de impostos sobre o consumo, especialmente em períodos de depressão econômica, retalha o cresimento.
“Nós tributamos muito o consumo e pouco a renda e o patrimônio. A tributação no Brasil tem essa questão de onerar o consumo. Nós estamos num cenário de recessão econômica e a política que foi adotado é de onerar o consumo. O caminho nessas situações é diverso. É desonerar  e estimular o consumo, para que se tenha maior produção e geração de empregos”, argumentou.


Fonte: Diário do Estado

Calendário de Eventos

Parceiros

  • Rede AgroServices
  • Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil
  • CEISE Br
  • CanaOnline
  • CanaMix
  • Revista Canavieiros
  • UNICA - União da Indústria de Cana-de-Açúcar

Aguarde um momento.


Em breve você será redirecionado para uma página segura

Recuperar Senha

Digite seu email parar receber uma nova senha, em seguida cheque sua caixa de entrada de email

Aterar Senha

Digite sua nova senha

Cana de Açúcar Brasil Newsletter técnica do Grupo IDEA

A busca por informações confiáveis, necessárias para o estabelecimento de metas, rendimentos operacionais, custos de produção e indicadores de desempenho é um enorme desafio para a nova realidade da agroindústria sucroalcooleira.

Ao assinar a newsletter do Newsletter técnica do Grupo IDEA você receberá quinzenalmente em seu email informações precisas que são fruto de nossa experiência e de diversos estudos já realizados no setor e tem a chance de participar ativamente de novos estudos que serão realizados no futuro. Tudo isso com a exclusividade de receber informações privilegiadas antes do mercado.





Cana - Açúcar - Bioenergia - Etanol
GRUPO IDEA:
Pabx: 55 (16) 3610-4770
Fone/fax: 55 (16) 3211 4770
Rua da Redenção, 116
Bairro Jardim Mosteiro
Ribeirão Preto/SP