Clipping

Açúcar: queda na produção impulsiona cotações

As cotações do açúcar demerara na bolsa de Nova York ontem (26) foram impulsionadas pela queda na produção de açúcar, na primeira quinzena de junho, apontada pela Unica. De acordo com a entidade, as usinas do Centro-Sul têm priorizado a produção de etanol. Os contratos para julho/18 foram firmados em 12,12 centavos de dólar por libra-peso, alta de 12 pontos. Já os contratos futuros para outubro/18 fecharam em 12,45 cts/lb, valorização de 13 pontos.

Na bolsa de Londres, a commodity também valorizou. Na tela agosto/18, os contratos futuros para agosto/18 foram firmados em US$ 350,00 a tonelada, alta de 4,90 dólares. Já os papéis para outubro/18 foram negociados a US$ 345,60, alta de 4,30 dólares.

Mercado brasileiro

Na contramão do mercado externo, o indicador Cepea/Esalq, da USP, fechou em baixa de 1,03%, sendo a saca de 50 kg do açúcar cristal negociada a R$ 58,33.

Etanol

O indicador diário do etanol hidratado Esalq/BM&FBovespa, posto Paulínia, fechou ontem a R$ 1.584,00 o metro cúbico, baixa de 1,43%.

Por Rafaela Giomo


Fonte: Agência UDOP de Notícias