Clipping

Variedade hiper precoce de cana-de-açúcar se destaca na região de Avanhandava/SP

A Usina Diana Bioenergia, localizada na região de Avanhandava, interior de São Paulo, vem adotando a técnica de meiosi com a finalidade de reduzir os custos de plantio e, principalmente, acelerar o uso de variedades modernas de cana-de-açúcar. Para o CTC - Centro de Tecnologia Canavieira, a escolha de uma variedade de cana adaptada à essa técnica pode oferecer segurança ao produtor. Estudos de simulação financeira do CTC demonstram que cada um perfilho adicional pode representar uma redução de R$ 175 no custo total de plantio.

De acordo com as informações INMET - Instituto Nacional de Meteorologia, a região de Avanhandava sofreu uma forte estiagem na safra 2018/19. Este fator climático preocupou os técnicos da Usina Diana Bioenergia quanto ao desenvolvimento das linhas mães de meiosi. Atualmente, a usina utiliza taxas de multiplicação na meiose que variam de 1:8 a 1:12. A decisão da taxa depende da época de plantio, da variedade e, principalmente, do clima.

Segundo informações do CTC, o grande destaque nas avaliações de campo foi a variedade CTC9005HP, plantada em junho, que mesmo atravessando quatro meses de déficit hídrico atingiu uma taxa potencial de multiplicação de 1:16 aos 10 meses de idade. Segundo o gerente agrícola da Diana Bioenergia, Lucas Kellner, "com esse resultado passamos a ter uma confiança maior na variedade e já estamos avaliando aumentar a taxa de multiplicação desta variedade para a próxima safra".

Saiba mais clicando aqui.

 

 

 

 

 


Fonte: Agência Udop de Notícias