Clipping

Ações do setor de etanol sobem nos EUA com possível aumento na mistura

O cenário para os produtores de etanol dos Estados Unidos está mais otimista diante da perspectiva de que o governo de Donald Trump possa, em breve, anunciar a liberação da mistura de 15% do produto na gasolina durante todo o ano no país. O ambiente mais positivo impulsionou as ações das principais companhias do setor nesta segunda-feira no mercado americano.

As ações da Pacific Ethanol avançaram 11,11% na Nasdaq. Os papéis da Green Plains subiram 2,01%, e os da Valero (que também atua no setor de refino) tiveram alta de 2,72% nesta segunda-feira.

Trump já havia sinalizado no primeiro semestre que pretendia autorizar o uso da mistura de 15% de etanol na gasolina durante o verão, de 1 de junho a 15 de setembro — período em que atualmente esse nível de mistura é proibida. Após um longo período sem declarações oficiais indicando quando a medida seria tomada, na semana passada a Bloomberg publicou uma matéria citando fontes do governo indicando que a administração Trump estava preparando a mudança.

A medida neste momento seria uma forma de recuperar o apoio do Meio-Oeste, às vésperas das eleições ao Congresso americano, em que os democratas podem recuperar a maioria legislativa. Os produtores de grãos e de biocombustíveis do Meio-Oeste já andam insatisfeitos com o governo atual diante das isenções dadas a empresas do ramo de petróleo para o cumprimento do mandato de mistura de biocombustíveis.

A liberação da venda do E15 (15% de mistura) retira um limite às vendas de etanol nos EUA e pode impulsionar as vendas do setor.


Fonte: Valor Econômico