Clipping

Açúcar bruto avança na ICE, mas segue abaixo de máxima recente; café recua

Postado em 20 de Janeiro de 2021

Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram nesta quarta-feira, mas permaneceram abaixo da máxima de três anos e meio registrada na semana passada, enquanto o café arábica recuou pela segunda sessão consecutiva, diante de um aumento nos estoques certificados.

Açúcar
O contrato março do açúcar bruto fechou em alta de 1%, a 16,27 centavos de dólar por libra-peso.

O primeiro vencimento chegou a atingir a marca de 16,75 centavos na semana passada, uma máxima de três anos e meio.

Operadores disseram que o açúcar está se consolidando após a disparada recente dos preços, que foi guiada pelos fundos, em meio a sinais mistos dados pelas notícias para os fundamentos.”Eu acredito que esse mercado possa subir para o nível de 17 centavos, especialmente por causa de fatores financeiros, como a inflação e as volatilidades cambiais”, disse um operador em Chicago.

O mercado de açúcar enfrenta atualmente uma redução na demanda da China, após uma onda de compras no ano passado, e há perspectivas de um novo aumento nos estoques da Índia, segundo traders.

O açúcar branco para março avançou 4,80 dólares, para 456 dólares a tonelada, após tocar uma máxima de três anos e meio na segunda-feira, a 468,70 dólares.

Café
O contrato março do café arábica fechou em queda de 1,95 centavo de dólar, ou 1,5%, a 1,252 dólar por libra-peso, após ter alcançado uma máxima de quatro meses na última sexta-feira

Os estoques certificados pela ICE aumentaram pelo terceiro dia consecutivo nesta quarta-feira, com o volume de café do Brasil superando o nível de 500 mil sacas, atrás somente do café de Honduras.

O café robusta para março recuou 8 dólares, ou 0,6%, para 1.340 dólares a tonelada.

 


Fonte: Reuters