Clipping

Açúcar bruto se recupera de mínima em 2 meses e meio na ICE por tempo seco no Brasil

Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE se recuperaram de uma mínima de 2 meses e meio nesta segunda-feira, por receios em relação ao tempo seco na maior região produtora de cana-de-açúcar no Brasil, enquanto os preços do café também subiram.

O contrato com vencimento em outubro do açúcar bruto avançou 0,18 centavo de dólar, ou 1,6 por cento, para 11,14 centavos de dólar por libra-peso. Os preços foram alavancados pelas preocupações sobre o tempo seco no centro-sul do Brasil, maior produtor do mundo, disseram operadores.

Mesmo assim, atingiram mínimas desde o fim de abril a 10,86 centavos de dólar antes de ter um rali, tocando 11,39 centavos de dólar.

O açúcar branco para outubro teve alta de 3,60 dólares, ou 1,1 por cento, fechando a 330,30 dólares por tonelada.

O contrato de setembro do café arábica ganhou 0,4 centavo de dólar, ou 0,4 por cento, para terminar a 1,103 dólar por libra-peso.

O café robusta para setembro subiu 4 dólares, ou 0,2 por cento, para 1.670 dólares por tonelada.


Por Marcy Nicholson, Ayenat Mersie e Ana Ionova


Fonte: Reuters - retirado do site Último Instante