Clipping

Açúcar: contratos futuros fecham em baixa mesmo após perspectiva de menor produção indiana

Postado em 13 de Setembro de 2019

Nesta quinta-feira (12), na bolsa de Nova York, os contratos futuros do açúcar bruto se desvalorizaram. O lote para outubro/19 caiu 5 pontos e fechou em 10.76 centavos de dólar por libra-peso. O vencimento para março/20 foi firmado em 11.84 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 1 ponto apenas. Os demais vencimentos oscilaram para baixo entre 3 e 9 pontos.

Os contratos futuros do açúcar branco, negociados na bolsa de Londres, fecharam mistos. Apenas o lote para outubro/19 subiu e foi firmado em US$ 317,00 a tonelada, alta de 7,20 dólares. O vencimento para dezembro/19 fechou em US$ 308,00 a tonelada, desvalorização de 90 cents de dólar. Os demais contratos caíram entre 1,10 e 3 dólares.

A Reuters noticiou ontem que a "produção de açúcar da Índia pode cair 20% em 2019/20, para o menor nível em três anos, após uma seca no ano passado ter forçado produtores rurais a reduzir o plantio de cana e após inundações neste ano terem danificado a safra em importantes áreas". Ainda de acordo com a Reuters, este fato poderia ajudar a Índia, que é país que mais produz açúcar, a reduzir os estoques, que cresceram após dois anos de produção recorde e exportações abaixo do previsto.

Mercado doméstico

No mercado interno o açúcar cristal voltou a valorizar pelos índices do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi comercializada ontem em R$ 60,37, valorização de 0,42% no comparativo com a véspera.

Etanol hidratado

O indicador diário do etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&FBovespa Posto Paulínia, se desvalorizou pela 3ª vez consecutiva, fechando cotado a R$ 1.751,50 o metro cúbico, queda de 0,06% no comparativo com a véspera.

 


Fonte: Agência UDOP de Notícias