Clipping

Açúcar: Contratos negociados em NY terminam a semana em baixa; Londres registra leve alta

Postado em 30 de Março de 2020

Os contratos futuros do açúcar demerara, negociados na sexta-feira (27) em Nova York, registraram mais um dia de queda. O lote para maio/20 foi firmado em 11.10 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 23 pontos. Os contratos para julho/20 foram comercializados em 11.05 centavos de dólar por libra-peso, queda de 17 pontos. Os outros lotes caíram entre 2 e 12 pontos, com exceção do vencimento para março/22 que subiu 1 ponto.

"Como não poderia ser diferente, a paridade do etanol com açúcar perdeu terreno. As últimas ofertas de venda, sem negócios, segundo um trader no interior de São Paulo, apontavam R$ 1,7000 por litro na usina, sem impostos. Considerando o fechamento de sexta-feira do açúcar em NY no vencimento maio/2020 a 11,10 centavos de dólar por libra-peso e o dólar negociado a R$ 5,1000 o hidratado está sendo oferecido equivalente a um açúcar com 55 pontos de desconto em relação à bolsa", disse em artigo, o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa.

O açúcar branco, negociado em Londres pela ICE Europe, valorizou nos primeiros lotes na sexta. O vencimento para maio/20 foi firmado em US$ 350,70 a tonelada, alta de 30 cents de dólar. Os contratos para agosto/20 foram comercializados em US$ 339,00 a tonelada, alta também de 30 cents de dólar. Os demais vencimentos desvalorizaram entre 40 e 1,90 dólar, com exceção do lote para outubro/21 que subiu 70 cents de dólar.

Mercado interno

Na sexta-feira (27) o indicador Cepea/Esalq da USP, posto São Paulo, recuou 1,02% e foi firmado em R$ 76,35 a saca de 50 kg do açúcar cristal.


Fonte: Agência UDOP de Notícias