Clipping

Açúcar: expectativa de déficit global faz commodity valorizar

Postado em 14 de Novembro de 2019

Os contratos futuros do açúcar registraram novamente uma leve alta nas bolsas internacionais, nessa terça-feira (12). Em Nova York, o açúcar demerara subiu 2 pontos no vencimento para março/20 e foi firmado em 12.59 centavos de dólar por libra-peso. O lote para maio/20 também valorizou 2 pontos e fechou em 12.70 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos oscilaram entre a estabilidade e a alta de 2 pontos.

De acordo com a Reuters, "operadores disseram que o mercado se mantém em intervalos limitados por ora, embora as estimativas de produção para 2019/20 tenham sido reduzidas em diversas regiões produtoras, com grande parte das projeções atuais girando em torno de um déficit global de 6 milhões a 7 milhões de toneladas nesta temporada. Isso significa que os preços eventualmente vão subir, disseram eles, mesmo que os ganhos sejam limitados por vendas dos estoques excessivos da última temporada".

Em Londres, a maioria dos lotes do açúcar branco desvalorizou. Os contratos para dezembro/19 foram firmados em US$ 327,50 a tonelada, queda de 5,40 dólares. Os papéis para março/20 fecharam em US$ 333,20 a tonelada, recuo de 1,70 dólar. Os demais vencimentos oscilaram entre queda de 1,20 e alta de 1,30 dólar.

Mercado doméstico

Nessa terça-feira o indicador diário Cepea/Esalq para açúcar cristal fechou em R$ 65,95 a saca de 50 kg, valorização de 0,27% comparado com a véspera.

Etanol hidratado

O indicador diário do etanol hidratado, medido pela Esalq/BM&FBovespa Posto Paulínia, valorizou ontem, fechando cotado a R$ 1.950,50 o metro cúbico, alta de 0,05% no comparativo com a véspera.

 


Fonte: Agência UDOP de Notícias