Clipping

Açúcar fecha sessão desta 4ª feira com valorização na Bolsa de NY e em Londres

Postado em 10 de Fevereiro de 2021

O mercado do açúcar encerrou a sessão desta quarta-feira (10) com alta moderada na Bolsa de Nova York e em Londres, estendendo os ganhos da véspera. O dia foi influenciado pelas melhores expectativas da demanda, menor oferta e atenção ao financeiro.

O principal vencimento do açúcar em Nova York subiu 0,51% no dia, cotado a US$ 15,84 c/lb, com US$ 16,12 de máxima e mínima de US$ 15,65 c/lb. Em Londres, a sessão foi finalizada com alta de 0,73%, a US$ 458,10 a tonelada.

Os preços do açúcar nas bolsas externas voltaram a seguir o mercado financeiro nesta sessão de quarta-feira, com novo avanço moderado nos futuros do petróleo e valorização do real ante o dólar, cotado a R$ 5,37069, às 15h42 (horário de Brasília).

"A alta do petróleo bruto beneficia os preços do etanol, pois pode levar as usinas de açúcar do Brasil a desviarem mais a moagem para a produção de etanol em vez de açúcar, reduzindo assim o fornecimento", disse em nota a Barchart.

Além disso, os sinais da demanda estão mais favoráveis no mercado de açúcar, mas a oferta parece limitada. "Os revendedores disseram que os suprimentos estão diminuindo, mais recentemente, com reduções nas perspectivas de produção na Índia e na Tailândia", destacou a Reuters.

O dia também foi marcado por divulgação da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar). No acumulado da safra 2020/2021, alcançou 597,63 milhões de toneladas, alta de 3,16% quando comparado ao ciclo anterior. Porém, a moagem de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil somou 44,51 mil toneladas na segunda metade de janeiro, queda anual de mais de 48%.

Mercado interno

O Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, fechou com queda de 0,14%, a R$ 105,89 a saca de 50 kg na terça-feira (09).

Por Jhonatas Simião

 


Fonte: Notícias Agrícolas