Clipping

Açúcar recupera parte das perdas e fecha em alta nas bolsas internacionais

Os contratos futuros do açúcar valorizaram na sexta-feira (28 de setembro) nas bolsas internacionais. Em Nova York, os vencimentos para outubro/18 foram comercializados em 10.42 centavos de dólar por libra-peso, alta de 37 pontos no comparativo com o dia anterior. Na tela março/19 os contratos futuros foram firmados em 11.20 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 29 pontos. Os demais vencimentos subiram entre 19 e 27 pontos cada.

Apesar de fechar em alta na sexta-feira, em Nova York, o vencimento março/19 valorizou apenas 5 pontos em relação à semana anterior. O mercado internacional está influenciado pelo indiano por subsídios aos produtores de açúcar.

"A Índia chacoalha o mercado internacional com o imenso subsidio para a exportação de açúcar aprovado pelo governo daquele país. O Brasil precisa entrar com uma representação na Organização Mundial do Comércio sob o risco de colocar o setor sucroalcooleiro em desconstrução", analisa o diretor Arnaldo Luiz Corrêa, da Archer Consulting.

Na bolsa de Londres os contratos para dezembro/18 foram negociados a US$ 320,50 a tonelada, alta de 7,50 dólares. Os contratos para março/19 foram firmados em US$ 319,10 a tonelada, valorização de 5,40 dólares. As demais cotações tiveram alta entre 4,20 e 5,50 dólares.

São Paulo

O indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal, estado de São Paulo, fechou na sexta-feira em R$ 62,63/saca de 50 kg, registrando valorização diária de 0,45%. No acumulado, o açúcar valorizou 12,91% em setembro.


Fonte: Agência UDOP de Notícias