Clipping

Açúcar/Secex: Exportação fecha 2020 com alta de 64,5% na receita e de 6,2% no volume embarcado

Postado em 4 de Janeiro de 2021

O Brasil exportou em 2020 62,64% mais açúcares e melaços e obteve uma receita 64,51% maior que a de 2019. A soma dos dados de dezembro, divulgados há pouco pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), com as informações consolidadas no Agrostat até novembro mostram que, no ano passado, o País exportou 31,0 milhões de toneladas, com receita de US$ 8,831 bilhões. Em 2019, foram 19,063 milhões de toneladas embarcadas, e a receita totalizou US$ 5,368 bilhões.

Em dezembro, os embarques totalizaram 2,983 milhões de toneladas, alta de 107,54% em relação ao 1,437 milhão de toneladas de dezembro do ano anterior. A receita obtida com a exportação do alimento em dezembro foi de US$ 880,73 milhões, 113% maior que a registrada em dezembro de 2019, de US$ 413,51 milhões.

A receita divulgada é em dólar, moeda que se valorizou expressivamente ante o real no último ano, o que indica que o aumento na receita em reais para as usinas brasileiras tenha sido ainda maior.

A depreciação da moeda brasileira e a quebra de safra em produtores importantes, como Tailândia e União Europeia, foram fatores que impulsionaram a demanda pelo açúcar brasileiro. Além disso, como o mix do Centro-Sul do País foi mais açucareiro nesta safra em decorrência dos preços baixos do etanol, o Brasil teve um maior volume do alimento disponível para embarques.

Por Augusto Decker


Fonte: Broadcast Agro