Clipping

AGCO espera crescimento de 5% a 10% nas vendas de máquinas no Brasil em 2018

O presidente AGCO América do Sul, Luís Felli, projeta que as vendas de máquinas agrícolas da indústria no Brasil devem atingir volume de 5% a 10% maior do que em 2017. “Considerando os dados parciais da indústria até o momento, acreditamos que as vendas de máquinas agrícolas neste ano devem crescer nesta faixa”, disse Felli em evento em São Paulo, no qual estavam presentes ainda o presidente do Conselho, presidente e CEO global da AGCO, Martin Richenhagen, e o vice-presidente sênior e gerente geral AGCO Américas, Robert Crain.

Para os próximos anos, os executivos também projetam crescimento em níveis semelhante, em virtude das expectativas de que o Brasil aumente sua produção de grãos para atender à demanda global por alimentos. “Para 2019, expectativa é de aumento de 5% a 10% nas vendas no Brasil”, disse Crain.

 

O CEO da AGCO, Martin Richenhagen, reforçou que o País deve fazer “grandes exportações” para a China, por causa da guerra comercial do país com os Estados Unidos e da redução das compras chinesas de produtos norte-americanos. “Os chineses gostam de relações de longo prazo e não têm comprado produtos agrícolas dos Estados Unidos”, comentou Richenhagen. “Para atender à demanda global por alimentos, sabemos que é necessário produzir muito mais e nossa indústria (de máquinas agrícolas) é um player importante para isso. Então estou bastante otimista de que continuaremos a crescer”, acrescentou Richenhagen.


Fonte: Estadão Conteúdo