Clipping

Agronegócio paulista tem superávit de US$ 10,44 bilhões em 2019

Postado em 28 de Janeiro de 2020

A balança do agronegócio paulista fechou o ano de 2019 com superávit de US$ 10,44 bilhões, resultado de exportações de US$ 15,13 bilhões e importações de US$ 4,69 bilhões. Segundo a Secretaria de Agricultura de São Paulo, o setor foi crucial para que o resultado da balança de um modo geral não fosse pior que o apresentado, já que as exportações paulistas como um todo somaram US$ 48,36 bilhões (21,6% do total nacional) e as importações US$ 59,35 bilhões (33,5% do total nacional), registrando déficit de US$ 10,99 bilhões.

Conforme estudo dos pesquisadores José Alberto Angelo, Marli Mascarenhas Oliveira e Carlos Nabil Ghobril, do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta), os cinco principais grupos nas exportações do agronegócio foram complexo sucroalcooleiro (US$ 4,07 bilhões, sendo que desse total o açúcar representou 76,9% e o álcool 23,1%), carnes (US$ 2,25 bilhões, em que a carne bovina respondeu por 85,0%), sucos (US$1,83 bilhão, dos quais 97,4% referentes a sucos de laranja), produtos florestais (US$ 1,68 bilhão, com participações de 57,7% de papel e 32,4% de celulose), e complexo Soja (US$ 1,61 bilhão). "Esses cinco agregados representaram 75,6% das vendas externas setoriais paulistas", disse o IEA.

Para o grupo do Café, os resultados se mantiveram positivos entre 2018 e 2019, com destaque para o café verde, com variação positiva de 10,7% em valores e de 35,2% em quantidade exportada.

Em relação aos destinos, a China (US$ 2,92 bilhões e 19,3% de participação) é o principal parceiro comercial de São Paulo, seguida pela União Europeia (US$ 2,76 bilhões, 18,4%) e Estados Unidos (US$ 2,01 bilhões, 13,3%).

 


Fonte: Broadcast Agro