Clipping

Agrovale doa 100 mil litros de etanol para ajudar a combater o coronavírus

Postado em 23 de Março de 2020

A empresa sucroalcooleira fez uma parceria com o Governo do Estado para a transformação do álcool in natura em álcool em gel 70% que será destinado às unidades de saúde em todo o estado.

A Agrovale, empresa produtora de etanol e açúcar em Juazeiro, no norte da Bahia, anunciou neste sábado (21) o envio do primeiro carregamento de 100 mil litros de álcool in natura para Salvador, com vistas à produção de álcool 70% por parte do Governo da Bahia e enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19).

A empresa sucroalcooleira fez uma parceria com o Governo do Estado para a transformação do álcool in natura em álcool em gel 70% que será destinado às unidades de saúde em toda Bahia. No carregamento deste sábado foram enviados 50 mil litros de etanol.

De acordo com o diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, na segunda etapa da doação de um total de 100 mil litros, mais 50 mil litros de álcool 70 serão enviados para a capital baiana, onde serão transformados em álcool em gel.

Nesta etapa, além da Bahia também serão contemplados hospitais e centros de saúde do município pernambucano de Petrolina, no Vale do São Francisco. As secretarias estaduais de Saúde da Bahia e Pernambuco foram procuradas para comentar a doação, mas não responderam.

“Estamos aguardando somente a autorização de produção dos órgãos responsáveis, que já está em curso. Acreditamos que já a partir da semana que vem as prefeituras de Juazeiro e Petrolina também recebam parte substancial da nossa contribuição”, adiantou.

Colaço Filho lembrou ainda que o quantitativo doado faz parte do estoque produzido pela empresa na última safra.

“Depois do anúncio da pandemia do coronavírus, suspendemos a comercialização e após o início da colheita da cana, no próximo mês de maio, continuaremos com as doações de mais álcool 70 e em gel para as unidades de saúde na Bahia e em Petrolina”, concluiu.

Em Juazeiro, a Agrovale gera, durante o período da safra (maio a novembro), 4 mil empregos na lavoura e 300 na indústria. Durante a entressafra (período atual) essa quantidade reduz para 2 mil empregos na lavoura, mantendo-se os 300 na área industrial.

Como medidas para reduzir aglomeração na área industrial, a Agrovale informou que estendeu o horário de almoço (entre 10h30 e 15h) e organizou as mesas de modo a ficar afastadas dois metros uma da outra. Funcionários com mais de 60 anos ou que estejam enquadrados no grupo de risco por outro motivo trabalham em casa.

As cidades de Juazeiro e Petrolina não têm registros de casos confirmados para COVID-19. Consultada sobre o abastecimento de álcool em gel, a Prefeitura de Juazeiro informou que “as unidades de saúde estão minimamente abastecidas com álcool líquido, uma vez que não se encontra mais álcool gel nos fornecedores”.

Segundo a Prefeitura, “as solicitações juntos aos mesmos são diárias e assim que sejam sinalizados  as disponibilidades dos itens o município fará aquisição”. A Prefeitura de Petrolina foi procurada pela reportagem para comentar o assunto, mas não respondeu.


Fonte: Canal Rural