Clipping

Albaugh amplia estrutura comercial na fronteira agrícola da cana

Postado em 18 de Outubro de 2019

Com crescimento contínuo de seu portfólio de agroquímicos pós-patente ofertado ao agronegócio, a Albaugh anuncia investimentos que têm por objetivo ampliar o acesso ao mercado de soluções para cana-de-açúcar. De acordo com seu presidente no Brasil, Cesar Rojas, a companhia de origem americana avança na consolidação de uma nova estrutura de vendas exclusivamente voltada ao setor sucroenergético.

“O setor sucroenergético é estratégico para o crescimento de negócios da Albaugh no Brasil”, ressalta Rojas.  Segundo o presidente, a companhia passará a contar com uma gerência dedicada e engenheiros agrônomos em toda a fronteira agrícola da cana, concentrada nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

Conforme o presidente Rojas, a Albaugh vem acrescentando rapidamente novos produtos a seu portfólio para a cana, que atualmente é formado pelas marcas Ultimato (Atrazina), Abone (Diuron), Broker (Hexazinona), Shadow e Ridover (Glifosato), Compass (Ametrina), NonGrass (Tebutiuron), Greener (Metribuzim), Exemplo (2,4D) e Granary (Imidacloprid). A expectativa da companhia é lançar ao menos cinco novos produtos nos próximos anos, “e com isso atender às diferentes demandas das usinas brasileiras”, comenta o executivo.

Posicionada entre as marcas que mais crescem no Brasil na oferta de soluções em agroquímicos pós-patente, a Albaugh também teve ampliada suas áreas comercial e de negócios nos últimos dias. A empresa anunciou os engenheiros agrônomos Breno Vieira e Renato Arantes para as diretorias Unidade Norte e Unidade Sul do Brasil, respectivamente.

Segundo informou a Albaugh, a diretoria comercial Sul está sediada em Londrina (PR) e engloba as regionais Sudoeste, Sudeste e Mercado Cana. A diretoria comercial Norte, conforme a empresa, concentra as áreas Cerrado Leste, Cerrado Oeste e Cerrado Centro.

 


Fonte: Grupo Cultivar