Clipping

Alta do petróleo e queda do dólar sustentam preços do açúcar em NY

Postado em 15 de Maio de 2019

Os contratos futuros do açúcar fecharam em alta nesta terça-feira (14) nos mercados internacionais. Em Nova York, o vencimento julho/19 fechou cotado em 11.94 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 10 pontos no comparativo com a sessão anterior. Já o lote com vencimento em outubro/19 subiu 7 pontos, negociado a 12.26 cts/lb. As demais telas subiram entre 2 e 7 pontos.

Segundo analistas ouvidos pelo jornal Valor Econômico de hoje, a alta nos preços do açúcar foi influenciada pela alta do petróleo e a leve queda do dólar. "Quando os preços do petróleo sobem, a competitividade da gasolina frente o etanol, feito de cana no Brasil, tende a diminuir e estimular a produção do biocombustível em detrimento do açúcar. A queda do dólar frente o real, por sua vez, desincentiva as exportações nacionais e aperta a oferta", destaca o periódico.

Em Londres os contratos também se valorizaram nesta terça-feira. O vencimento agosto/19 fechou cotado em US$ 328,60 a tonelada, alta de 2,20 dólares no comparativo com a véspera. Já os lotes para outubro/19 foram comercializados em US$ 332,20 a tonelada, 1 dólar e 90 cents a mais que a segunda-feira. Os demais lotes subiram entre 1,20 e 1,80 dólar.

Mercado doméstico

No mercado interno os preços do açúcar cristal fecharam em baixa nesta terça-feira, segundo índices do Cepea/Esalq da USP. A saca de 50 quilos foi comercializada ontem em R$ 71,08, retração de 0,41% no comparativo com o dia anterior.

Etanol hidratado

Já o etanol hidratado registrou sua terceira alta seguida pelos índices da Esalq/BM&F. O metro cúbico do biocombustível foi comercializado ontem a R$ 1.753,50, valorização de 2,81% no comparativo com a véspera.


Fonte: Agência UDOP de Notícias