Clipping

Argentina autoriza alta de 12% nos biocombustíveis para mistura

Postado em 28 de Novembro de 2019

O governo da Argentina autorizou uma alta de 12% nos preços de biocombustíveis para mistura a partir do próximo domingo (1º de dezembro), numa medida que pressiona ainda mais a inflação no país, já que o etanol e o biodiesel são misturados, respectivamente, à gasolina e ao diesel. Desta forma, o preço final dos combustíveis no país também deve ser pressionado.

A administração de Mauricio Macri explicou que os novos preços “são valores mínimos aos quais, de maneira excepcional e pelo período previsto, deverão ser levadas adiante nas operações de comercialização de etanol para sua mistura com a gasolina de uso automotor no mercado interno”.

A determinação do governo é de que o reajuste permaneça vigente até que seja publicada nova disposição sobre os valores.

A alta nos preços de biocombustíveis para mistura ocorre num momento donos de postos calculam um incremento de 5% a 6% pelas petroleiras nos preços ao consumidor. Em 1º de dezembro, deve ocorrer uma atualização dos impostos sobre combustíveis líquidos e sobre dióxido de carbono, que havia sido postergada em meses anteriores.

A atualização deve ter um impacto adicional de 2% sobre os preços finais de gasolina e diesel, mas as petroleiras poderão contemplar também a alta nos biocombustíveis.

 


Fonte: Valor Econômico