Clipping

Asplana aposta no otimismo do setor

Postado em 29 de Janeiro de 2020

Apesar das dificuldades que o setor sucroenergético atravessa com a escassez de chuvas na região canavieira, resultando em uma safra possivelmente menor que a esperada de 18 milhões de toneladas de cana, as perspectivas para 2020 na área comercial são otimistas.

A aposta vem de ações importantes, a exemplo da liberação da venda direta de etanol das usinas para os postos de combustíveis.

“É uma questão que não depende apenas da nossa vontade. Até o presidente Bolsonaro faz a defesa desse projeto. Ele acha importante. Mas, é uma questão que esbarra no Congresso. A venda direta é viável para o produtor e para o consumidor final. Estamos trabalhando na esperança que, este ano, nós possamos conseguir colocar em prática este projeto”, declarou o presidente da Associação dos Plantadores de Cana do Estado de Alagoas (Asplana), Edgar Filho.

Segundo o dirigente do setor canavieiro, que representa mais de sete mil fornecedores de cana alagoanos, outro projeto importante, que deve entrar em vigor este ano, é o Renovabio.

“Ele está saindo do papel e será um ganho para as indústrias, beneficiando também os fornecedores de cana. Era algo que não existia e que fortalece o nosso setor. Se as usinas ganham, os fornecedores também ganham. Esperávamos uma safra maior, mas ela será acima da registrada no ciclo passado. A esperança continua”, finalizou.

 


Fonte: Jornal de Alagoas