Clipping

Asplana destaca benefícios para o consumidor com a venda direta de etanol

Postado em 9 de Julho de 2020

Apesar da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP ter informado que a recomendação do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que libera a venda direta de etanol, só será analisada em outubro, o presidente da Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas – Asplana, Edgar Filho, destacou a importância da decisão favorável do conselho para o novo modelo de comercialização do biocombustível.

“É muito importante que a venda direta seja aprovada, regulamentada. Vai ser positiva para as indústrias, além de estimular a produção de etanol já que haverá um consumo maior por conta da queda do preço nas bombas que pode variar de 30% a 40%. O consumidor será um dos maiores beneficiários dessa medida”, afirmou o presidente da Asplana.

De acordo com o dirigente, que representa os mais de sete mil fornecedores de cana alagoanos, com o aumento da produção, consequentemente, postos de trabalho serão preservados e novos serão gerados nas unidades produtoras. “Por estes motivos, a venda direta é boa para a população em geral, indústrias e para o governo também que vai poder arrecadar mais impostos”, destacou.

Segundo ele, os parâmetros para esse tipo de comercialização já chegaram a ser regulamentados pelo Conselho Nacional de Energia. “Só falta agora a parte da ANP. Não entendemos o motivo pelo qual a agencia jogou essa decisão para outubro. Até porque o presidente Bolsonaro é favorável a venda direta. Por este motivo, é importante que ocorra o engajamento de todos para que essa venda direta da usina para os posto seja liberada”, destacou.


Fonte: Jornal de Alagoas