Clipping

Baixo volume de chuva preocupa fornecedores e pode comprometer safra de cana

Postado em 2 de Março de 2020

Técnico da Asplana alerta que precipitações estão baixas em AL e já afetam o plantio durante o inverno

Diante do baixo índice pluviométrico em Alagoas, os fornecedores de cana do estado estão preocupados com a tímida previsão de chuva para os próximos meses. Eles alertam que, caso não haja uma mudança no índice pluviométrico, a produção da safra de cana 2020/2021 pode ser comprometida pela estiagem.  

De acordo com o assessor técnico da Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana), Antônio Rosário, as precipitações estão baixas e já afetam o plantio de inverno. 

"As socarias de início de safra, que brotaram muito bem, têm sofrido ao longo da própria safra. O que esperamos é que na safra 20/21 a gente consiga chegar aos números que estamos nos aproximando nesta safra. Já não é mais aquela estimativa que nós tínhamos em mente, mas há um comprometimento, a gente sabe que a lavoura canavieira tem um processo de recuperação muito bom", atenta o assessor técnico da Asplana.

As regiões mais afetadas são as dos fornecedores de cana da região centro e sul do estado de Alagoas. Para Rosário, lá estão os fornecedores que mais têm sofrido com a falta de chuvas. "São esses que sofrem mais. E parte das usinas que não têm irrigação. Nem todas têm 100% de sua área irrigada", esclarece.

Para esta safra, Rosário acredita que mesmo com a estiagem ainda há pontos positivos. "A safra está formada e não houve perda de volume. Tem outro lado positivo que é a concentração de açúcar. Então, vamos ter uma perda, com certeza, na produção. Vamos ver se conseguimos chegar em algo próximo de 17 milhões de toneladas de cana, com a melhoria dos preços dos nossos produtos e melhor concentração de açúcar por tonelada de cana", finaliza o assessor.

 


Fonte: Gazeta Web