Clipping

Biosev encerra contrato com Brasil Plural para formador de mercado

A Biosev, braço sucroenergético da Louis Dreyfus Company (LDC), informou nesta quarta-feira que decidiu terminar o contrato de prestação de serviços de formador de mercado firmado com a Brasil Plural, segundo fato relevante divulgado ao mercado.

Por meio desse contrato, o formador de mercado exerce atividades com o objetivo de fomentar a liquidez das ações da companhia, no âmbito da bolsa paulista B3.

“Respeitado o aviso prévio, o contrato vigorará até o dia 21 de setembro de 2018”, afirmou a Biosev.

A empresa frisou ainda que seus acionistas controladores não celebraram com o formador de mercado “qualquer contrato ou instrumento regulando exercício de direito de voto e/ou compra e venda de valores mobiliários de sua emissão”.

“A companhia informa, ainda, que até a presente data, não celebrou qualquer contrato e não tem planos para contratar outra instituição para atuar como seu formador de mercado.”

Os papéis da Biosev fecharam nesta quarta-feira em baixa de quase 2,5 por cento.

Segunda maior processadora de cana do mundo, a Biosev, registrou prejuízo líquido de 506 milhões de reais no primeiro trimestre da safra 2018/19 (abril a junho) em meio a um impacto negativo da variação cambial.

Por José Roberto Gomes


Fonte: Reuters