Clipping

Brasil prejudica resultados da Basf

Problemas no Brasil prejudicaram os resultados da divisão agrícola da alemã Basf no ano passado. Segundo o CEO global da companhia, Kurk Bock, foram sobretudo adversidades no país – onde os estoques de defensivos nas redes de distribuição permaneceram elevados, como já informou o Valor – que levaram à queda de € 54 milhões no lucro antes dos juros e tributos (Ebit) em relação a 2016.

O executivo afirmou em teleconferência sobre os resultados, contudo, que as perspectivas melhoraram no mercado brasileiro com o fim da recessão econômica. No total, o lucro antes de juros e impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da divisão agrícola da Basf somou € 1,28 bilhão em 2017, em queda de 2%, e suas vendas cresceram 2% na comparação, para € 5,69 bilhões. De acordo com a empresa, os herbicidas representaram 42% das vendas, seguidos pelos fungicidas (41%) e pelos inseticidas (12%).

A Basf também anunciou que prepara o lançamento de novos produtos no segmento de proteção de cultivos que, juntos, deverão representar vendas adicionais de € 3,5 bilhões em 2027. A companhia alemã divulgou ter gasto € 507 milhões em pesquisa e desenvolvimento no ano passado nessa frente. Entre os lançamentos previstos estão fungicidas e inseticidas, além de produtos biológicos e ferramentas e dispositivos digitais.


Fonte: Valor Econômico