Clipping

Broca-da-cana causa severos prejuízos no campo e na indústria. Mas há como reverter esse quadro

Postado em 5 de Julho de 2019

Diversas pragas atacam a cana-de-açúcar, porém a broca-da-cana (Diatraea saccharalis) chama atenção por dois motivos principais. O primeiro é sua ampla distribuição pelo país, atingindo as principais regiões produtoras. São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Goiás compartilham o topo no ranking dos estados mais afetados, com Índices de Infestação Final (I.I.F) variando de 4% a 6%. Em seguida, aparecem Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com índice de Infestação da ordem de 2%. Cada 1% de I.I. rouba cerca de 0,8% a 1,5% da produtividade de cana,0,25% a 0,49% do açúcar e de 0,20% a0,28% de etanol. Parece pouco mas não é, basta fazer as contas se as infestações atingirem 5% o que é muito comum, as perdas serão rapidamente multiplicadas.

A gravidade de seus danos é o segundo motivo pelo qual a broca chama atenção. Quando jovem, a lagarta se alimenta das folhas para depois penetrar pelas partes mais moles do colmo. Nesse momento, ela abre galerias de baixo para cima - longitudinais ou transversais -, que podem ocasionar perda de peso, morte da gema apical, enraizamento aéreo, quebra de colmos, germinação das gemas laterais e tombamento.

Em canas novas, a broca pode causar também o secamento dos ponteiros e a morte da planta (coração morto). Além disso, os orifícios criados funcionam como porta de entrada de microrganismos - fungos e bactérias -, que geram impactos negativos no rendimento industrial e também sobre a qualidade do produto final. Prova de que os prejuízos causados pela praga vão muito além do canavial.

Devido sua relevada importância para a cadeia produtiva de cana-de-açúcar, a broca-da-cana será um dos destaques da programação do 15º INSECTSHOW - Seminário sobre o Controle de Pragas da Cana, que acontece nos dias 17 e 18 de julho, em Ribeirão Preto, SP. Na ocasião, serão debatidas as melhores técnicas de manejo adotadas por usinas e agrícolas brasileiras e muitos casos de sucesso no seu controle. Haverá muito conteúdo novo e a consolidação de novas tecnologias de levantamento, além de apresentação  dos primeiros resultados da cana transgênica usada em escala comercial por algumas usinas associadas ao CTC.

Serviço

15º INSECTSHOW - Seminário sobre o Controle de Pragas da Cana

Data: 17 e 18 de julho de 2019

Local: Centro de Eventos do Ribeirão Shopping - Ribeirão Preto/SP

Mais informações: (16) 3211-4770 - E-mail: eventos@ideaonline.com.br 

Inscrições: https://insectshow.ideaonline.com.br/

 

 

 


Fonte: CanaOnline