Clipping

Calor pode controlar ervas daninhas da cana

Postado em 25 de Setembro de 2019

Pesquisas sobre remoção de ervas daninhas por chama e outras formas de calor para controlar ervas daninhas são de interesse nos Estados Unidos, principalmente por causa de ervas daninhas resistentes a herbicidas. Assim, Douglas Spaunhorst e sua equipe de pesquisa procuraram encontrar a temperatura certa para controlar as sementes de ervas daninhas durante as queimaduras normais dos resíduos de cana. 

"Estratégias integradas de gerenciamento de ervas daninhas se tornaram mais comuns na agricultura dos EUA", diz Spaunhorst, que trabalha na Unidade de Pesquisa de Cana-de-Açúcar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Houma, Louisiana. "Tipos mecânicos de remoção de ervas daninhas, como cultivo, queima e trituradores de sementes, mostram muitas promessas", completa. 

Um dos truques do controle de ervas daninhas pela queima é criar as condições certas. A queima pode matar a planta daninha, e também pode matar as sementes retidas na superfície do solo. "Quando as sementes das ervas daninhas são enterradas abaixo da superfície do solo, é difícil matar as sementes usando calor. O solo atua como um isolador para proteger as sementes, semelhante a um escudo térmico em um ônibus espacial que protege os astronautas quando eles entram na atmosfera da Terra. Mas, a temperatura, o tempo de exposição e outras variáveis precisam ser determinadas para cada espécies de plantas daninhas”, indica. 

Os resíduos de culturas úmidas no campo podem não queimar completamente e produzir temperaturas muito baixas para matar sementes de ervas daninhas. As queimaduras serão iniciadas da mesma forma que queimadas nas pradarias. 

 


Fonte: Agrolink