Clipping

Cana-de-açúcar do Brasil será rastreada com Blockchain por meio de parceria com a Embrapa

Postado em 21 de Novembro de 2019

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) anunciou uma parceria com Cooperativa dos Plantadores de Cana de Açúcar do Estado de São Paulo (Coplacana) para rastrear a produção usando a tecnologia do bitcoin, blockchain.

O projeto terá duração de cinco anos e poderá ser renovado por mais cinco anos e tem como objetivo desenvolver soluções de inovação para ampliar a competitividade, produtividade e a sustentabilidade no setor.

'A introdução de novas tecnologias no setor agropecuário está mudando a face da agricultura tradicional e, por isso, estamos sentindo que só poderemos evoluir nessas tecnologias se estivermos trabalhando em sintonia com o produtor'e da cadeia produtiva da cana-de-açúcar', declarou Silvia Massruhá, chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária.

O acordo de cooperação técnica prevê o desenvolvimento de quatro soluções baseadas em novas tecnologias usando blockchain para rastrear a cadeia de produção.

'Elas englobam a modelagem da produtividade de canaviais usando parâmetros da fertilidade e física do solo associada ao sistema integrado de diagnose e recomendação (Dris) e de balanço de nutrientes para recomendações de fertilizantes e calagem; e a avaliação do efeito de diferentes formas e doses de aplicação de biológicos na produtividade de cana-de-açúcar', revela o pesquisador da Embrapa Fábio César da Silva e líder do projeto Geraldo Magela de Almeida Cançado.

Como noticiou o Cointelegraph, a startup do Maranhão, Culte, fundada por Bianca e Claudio Rugeri tem foco no pequeno agricultor buscando inserir blockchain na agricultura familiar e estuda maneiras de tornar a tecnologia acessível em um dos setores que mais movimenta a economia brasileira.

 


Fonte: Portal Cointelegraph