Clipping

Cana tem desenvolvimento beneficiado

A presença de áreas de instabilidade sobre a região central do Brasil, deixa o tempo instável e com possibilidade paraeventuais pancadas de chuva em grande parte das regiões produtoras de São Paulo, metade sul de Minas Gerais, Paraná e no Rio de Janeiro. Entre hoje (06) e amanhã (07), há previsão também de que ocorram pancadas de chuva bem isoladas sobre o sudeste de Goiás e no Mato Grosso. A chuva será de fraca a moderada intensidade,beneficiando o desenvolvimento das lavouras perenes, como café, cana-de-açúcar, citros e o avanço do plantio do trigo no Paraná.

Nas demais regiões do país, o tempo segue aberto e sem previsão de chuvas. Na maior parte do Centro-Oeste, Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia e Pará, o tempo firme auxilia a realização dos tratos culturais e da colheita do milho safrinha, que já teve início em algumas propriedades do Mato Grosso. O percentual de área colhida ainda é baixo, já que são poucos os produtores que iniciaram a colheita.

No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, esse tempo mais firme possibilitará o preparo do solo e o plantio das lavouras de inverno , em especial o trigo. Porém, os produtores deverão intensificar o plantio somente na semana que vem.

Próximos dias nas regiões produtoras

A partir de amanhã (07), a tendência é que as áreas de instabilidadepercam forças rapidamente e já na sexta-feira (08), o tempo volte a abrir em todo o País. Somente para o início da semana, entre domingo (10) e terça-feira (12), há previsão de que uma nova frente fria avance sobre a Região Sul, provocando chuva em grande parte das regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e partes do Paraná. Isso possibilitará a manutenção da umidade do solo e boas condições tanto ao desenvolvimento das lavouras de 2ª safra, como em especial as lavouras de inverno.

Após a passagem dessa frente fria, como já é de costume, uma massa de ar polar avança levando o declínio das temperaturas em todo o centro-sul. Mas não há riscos de que venham ocorrer formações de geadas ou qualquer tipo de dano às lavouras.

 

Fonte: Climatempo