Clipping

Cana: Valley alugará equipamentos de irrigação para produtores

A Valley, principal companhia global de irrigação, anunciou em Ribeirão Preto (SP), um projeto de aluguel de equipamentos aos produtores e usinas de cana-de-açúcar no País. O programa pretende reduzir investimentos nos acessórios, cujos valores na aquisição e manutenção são considerados altos e não prioritários para o setor, que enfrenta dificuldades financeiras há pelo menos uma década.

"Muitas usinas não têm a possibilidade de aplicar o capital de investimento na compra definitiva de pivôs irrigação. Por isso, desenhamos este projeto que consiste no aluguel de equipamentos, bem como um programa de capacitação que ensina os produtores sobre a melhor forma de utilizá-los para aumentar a produção e, consequentemente, a rentabilidade da lavoura, sem arriscar a descapitalização", disse o gerente de contas para mercado de cana no Brasil e América Latina da Valley, Vinícius Maia.

O valor da locação dos equipamentos será calculado a partir da quantidade de milímetros de água utilizados por mês e da duração dos contratos. Quanto mais longo o contrato, menor o custo. "O aluguel permite um custo diluído e evita que as usinas precisem investir alto", explicou o executivo. O valor do contrato inclui a manutenção e o seguro do equipamento.

Dados apresentados no evento que pouco mais de 13% da área com cana no Brasil, ou 1,1 milhão dos 8,5 milhões de hectares possuem algum tipo de irrigação. Com o uso dos equipamentos, a produtividade da cultura pode até dobrar em alguns casos, segundo relatos de produtores 


Fonte: Broadcast Agro