Clipping

Cargill investirá na construção de usina de biodiesel

A multinacional Cargill revelou está semana que irá construir uma usina de biodiesel em Wichita, no Kansas, EUA. Orçado em 90 milhões de dólares, o investimento começará suas atividades em dezembro e visa entrar em operação ainda em janeiro de 2019.

De acordo com a empresa a instalação produzirá 60 milhões de galões de biodiesel por ano e empregará cerca de 35 pessoas em tempo integral. A usina será construída ao lado da usina de processamento de oleaginosas da Cargill e substituirá uma refinaria de petróleo existente administrada pelo negócio global de alimentos comestíveis da empresa. A produção de óleos comestíveis será transferida para outras instalações.

Segundo o líder comercial de biodiesel para o negócio da Cadeia de Abastecimento Agrícola da Cargill, Pat Woerner, o novo investimento será ótimo para o desenvolvimento econômico do país. "Esta nova instalação permitirá que a Wichita seja um fornecedor competitivo no mercado de biocombustíveis, trazendo valor aos fornecedores e clientes com quem trabalhamos e conectando agricultores com clientes industriais fornecendo diesel com base em biomassa. Os biocombustíveis são bons para a economia agrícola dos Estados Unidos e podem trazer investimentos de capital para a agricultura ao mesmo tempo em que estimulam o desenvolvimento econômico nas comunidades agrícolas" ressaltou ele.

Atualmente a Cargill oferece biocombustíveis de uma variedade de recursos renováveis como milho, soja, cana-de-açúcar, óleo de palma e biogás. A empresa produz etanol e biodiesel nos Estados Unidos e na União Europeia, etanol no Brasil e biodiesel na Argentina.


Fonte: Thayssen Carvalho 


Fonte: Biomassa Br