Clipping

CMAA vai faturar R$ 1 bilhão em 2017

A Companhia Mineira de Açúcar e Álcool (CMAA) retomou os seus projetos de investimento em 2016. Após adquirir por cerca de R$ 450 milhões a usina de etanol Vale do Pontal, do grupo norte-americano Archer Daniels Midland (ADM), em Limeira do Oeste, no Triângulo, o grupo aportou R$ 80 milhões na instalação de uma fábrica de açúcar e novas inversões estão em andamento para geração de energia. Por ano, entre 15% e 20% do canavial da CMAA são renovados.

O grupo, que é composto também pela usina Vale do Tijuco, instalada em Uberaba, no Triângulo, vai faturar R$ 1 bilhão em 2017, aumento de 30% sobre 2016. O incremento se deve aos preços do etanol e do açúcar e à entrada efetiva da usina Vale do Pontal na safra. “A expectativa é boa para a safra atual, tanto pelo clima que foi favorável como pelos preços dos produtos que estão bons”, ressalta o presidente da CMAA, Carlos Eduardo Turchetto Santos.

Neste ano, as duas usinas do grupo serão responsáveis pelo esmagamento de 5,5 milhões de toneladas de cana, sendo 4 milhões na Vale do Tijuco e 1,5 milhão na Usina Vale do Pontal. A produção de açúcar será de 370 mil toneladas, aumento de 60 mil toneladas frente ao montante de 2016, devido ao ingresso da nova usina na produção. Já o volume de etanol será mantido em 200 milhões de litros.

O fundador e presidente do Conselho de Administração da CMAA, José Francisco de Fátima Santos, ressalta que neste ano o mix será de 60% da cana para o açúcar e 40% para o etanol. Um dos desafios é o mercado do etanol, que vem sendo prejudicado pelo ingresso do biocombustível norte-americano no Brasil sem o pagamento de impostos.

“Nós precisamos conter a entrada do etanol dos Estados Unidos com a cobrança de imposto, como é feito pelos EUA na laranja. Para exportar a laranja para os EUA pagamos US$ 400 para a entrada de uma tonelada de suco. Agora, se a gente for importar o etanol sem imposto, o produtor brasileiro ficará sem competitividade. O açúcar ainda está melhor que o etanol. Mesmo com os preços em torno de R$ 1,2 mil a tonelada, o valor ainda remunera”, explica Santos.
 


Fonte: Diário do Comércio