Clipping

CNA respalda Feplana enquanto representação canavieira do Brasil

Após reeleição de Alexandre Lima na presidência da Feplana, a entidade recebeu políticos e lideranças do setor agroindustrial, como o presidente da CNA, João Martins, durante o evento da Honra ao Mérito Canavieiro

O agrônomo Alexandre Andrade Lima, que representa a 6º geração da sua família enquanto plantador de cana em Pernambuco, foi reconduzido à presidência da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana) nesta terça-feira (26). A nova direção foi apresentada durante o 3º prêmio da Honra ao Mérito Canavieiro, realizado em Brasília. O evento teve uma grande participação de lideranças do setor industrial e agrícola brasileiro, com destaque para o presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), João Martins – o agraciado do ano pelos serviços prestados ao setor da cana. Mas também contou com executivos do governo federal, como o ministro da Saúde, Luiz Mandetta e dezenas de parlamentares, a exemplo do presidente da Frente Parlamentar do Setor Sucroenergético, o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS-SP), ex secretário de Agricultura.

Andrade Lima agradeceu ao voto de confiança dos produtores de cana do país por sua recondução à presidência da Feplana, entidade nacional do setor que representa 60 mil canavieiros nos estados produtores. Lima assume o posto pela 2ª vez. Ficará à frente da entidade até 2023. “Gestor habilidoso. Bom negociador e sempre em defesa do produtor canavieiro, Alexandre tem contribuído inclusive dentro da CNA, no Conselho-Agro”, realçou Martins depois que recebeu das mãos de Alexandre o prêmio da Honra ao Mérito Canavieiro, honraria conferida anualmente pela Feplana.

Para o deputado Arnaldo Jardim, presente no local, a cada dia a Feplana se consolida politicamente enquanto a legítima representante do setor dos fornecedores independentes de cana de açúcar do Brasil. O político fez questão ainda de destacar alguns perfis positivos do líder da entidade, o que contribuirá seguramente para a nova gestão de Lima e sua diretoria, em benefício dos interesses do segmento sucroenergético como um todo.

O ministro da Saúde, representando o presidente Bolsonaro, também fez questão de participar e parabenizar esta nova direção da entidade. Quase duas dezenas de deputados federais prestigiaram o evento do anúncio da nova diretoria da Feplana e da entrega a Honra ao Mérito Canavieiro ao presidente da CNA. Também estiveram presentes vários presidentes de Federações Estaduais de Agricultura, como o pernambucano Pio Guerra. Representantes de governos estaduais também prestigiaram a atividade, a exemplo do secretário potiguar de Agricultura, Guilherme Saldanha.

Nova diretoria da Feplana

Além de Alexandre na presidência, o produtor paranaense Paulo Leal fica como vice-presidente, acompanhado da produtora paulista Nádia Gomieri enquanto 2ª vice-presidente. O atual presidente da União Nordestina dos Produtores de Cana, o paraibano José Inácio assume a 1º secretária da federação, seguido pelo produtor potiguar Bráulio Gomes na 2ª secretária.

O presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Araraquara, no interior de São Paulo, fica na 1ª tesouraria, acompanhado do produtor paulista Luíz Dalben na 2ª tesouraria. O agricultor sergipano José Amado coordena a equipe de conselheiros ficais da Feplana, junto dos paulistas Sérgio Germiniane e Nelson Ronchi. E terão como suplentes, o alagoano Edgar Antunes e os paulistas Edson Ustulin e Nicolau de Souza Freitas. Cada membro da diretoria preside a associação canavieira em sua região.

 

 

 

 


Fonte: ALEXANDRE ANDRADE LIMA, PRES FEPLANA