Clipping

Combustíveis com novos símbolos a partir de outubro

A aplicação da norma NP EM 16942:2017 associada á rotulagem dos combustíveis obriga a uma nova simbologia que pretende permitir que os consumidores possam escolher os melhores produtos em qualquer ponto da Europa.

Uma das ideias por trás desta alteração é evitar que na hora do reabastecimento existam os tão onerosos enganos. Todos os postos e os veículos novos vão estar identificados com nova rotulagem. Assim, a gasolina passa a estar identificada, a partir de 12 de outubro, com a letra “E” (de etanol), o gasóleo com a letra “B” (de biodiesel) e os outros produtos de petróleo gasosos por losangos com a sigla de cada produto.

Depois, consoante o teor de biocombustível presente no produto final a gasolina exibe a letra “E” e depois um número consoante a percentagem desse biocombustível. Poderemos ter, assim, gasolina E5, E20, E85, representando, respetivamente, 5, 20 e 85 % de biocombustível. O gasóleo funciona da mesma maneira e a letra “B” recebera números consoante a percentagem de biodiesel presente.

Nos produtos combustíveis gasosos, passam a existir quatro siglas: CNG (gás natural comprimido), H2 (hidrogénio), LNG (gás natural liquefeito) e LPG (gás pressurizado líquido). Estas novas denominações vão ser usadas em todos os 28 estados membros da União Europeia, juntando-se a este grupo a Suiça, a Turquia, a Sérvia e a Macedónia.

Resumindo, vamos ter 10 novos símbolos divididos em três categorias: gasolina, gasóleo e gases. A tabela é a seguinte:

Gasolina

E5 – 5% de etanol

E10 – 10% de etanol

E85 – 85% de etanol

Gasóleo

B7 – 7% de biodiesel

B10 – 10% de biodiesel

XTL – diesel parafínico

Gasosos

CNG – Gás Natural Comprimido

H2 – Hidrogénio

LNG – Gás Natural Liquefeito

LPG – Gás Pressurizado Líquido


Fonte: Auto Mais