Clipping

Commodities se preparam para possível estresse se pesquisas confirmarem Biden vitorioso

Postado em 3 de Novembro de 2020

As principais commodities tentam se equilibrar nos seus fundamentos nesta terça (3), com ganhos nas bolsas de mercadorias de Chicago (soja, milho e trigo), Nova York (café, açúcar e algodão) e Londres (petróleo), mas não se descarta o potencial de estresse que possa entrar nos preços já nas operações desta madrugada, a depender das pesquisas de boca de urna nas eleições dos Estados Unidos.

Além dos derivativos em alta, nesta parte do dia o dólar index está em queda e os índices futuros de ações nos Estados Unidos, S&P 500 e Dow, sobem, aproveitando indicadores econômicos americanos positivos.

Se Jose Biden ser apontado como o virtual vitorioso, como as pesquisas dão até aqui, e Donald Trump incendiar um cenário de contestação, os mercados financeiros podem ficar abalados e atraírem os ativos de maior risco para dentro.

Embora se espere que os resultados oficiais demorem, com o envio recorde de votos pelo correio, após o fechamento das urnas do pleito de hoje o mundo deverá ter uma ideia bastante plausível se Donald Trump fica na Casa Branca ou se dará lugar a Joe Biden.

Na campanha à reeleição, o candidato Republicano praticamente deixou velado que se declarará vitorioso na noite desta terça e também deu indícios de judicialização das eleições se o Democrata for apontado ganhador quando saírem os resultados oficiais.

Possibilidades de tumultos populares, especialmente pelos apoiadores de Trump, igualmente podem incendiar as eleições mais tensas da história americana.

Novas notícias sobre a expansão do novo coronavírus e restrições à movimentação das populações europeias seguem pressionando também.

Por Giovanni Lorenzon

 


Fonte: Money Times