Clipping

Como a nova política econômica de livre mercado pode afetar o setor sucroenergético a partir de 2019?

Perspectivas para o setor com o novo governo e sobre os mercados de açúcar e etanol estão entre os destaques do 17º Seminário de Produtividade & Redução de Custos da Agroindústria Canavieira

Não há quem não esteja na expectativa sobre como será o novo governo, seu impacto na economia, a definição sobre a política energética e como ficará o setor sucroenergético no governo Bolsonaro.

Há muitas incertezas rondando o universo sucroenergético tais como: quais são as tendências de mercado para o açúcar e etanol? Como será o desempenho da safra canavieira 2019/20 ? O açúcar vai melhorar de preço? E a política de reajustes nos combustíveis da Petrobrás será mantida? O RenovaBio terá prioridade no novo governo ou será deixado de lado? Quais são as reivindicações do setor? E a energia elétrica terá uma política mais realista e desregulamentada? E os carros híbridos terão prioridade ou será que representa uma política protecionista antagônica ao que pensa Paulo Guedes?

Esses temas serão debatidos no 17º Seminário de Produtividade & Redução de Custos da Agroindústria Canavieira, que o Grupo IDEA realizará nos dias 5 e 6 dezembro, em Ribeirão Preto, SP.

CONFIRA ALGUMAS PALESTRAS QUE ESTÃO NA PROGRAMAÇÃO:

SEÇÃO - CONFLITOS E MERCADOS

Perspectivas para o setor sucroenergético com o novo governo.
Marcos Fava Neves (MARKESTRAT/USP)

A visão de mercado externo da Sucden para o açúcar e etanol.”
Eduardo Costa Carvalho (SUCDEN) 

Apuração dos custos reais de produção de cana, açúcar e etanol numa única metodologia.
Francisco Oscar Louro Fernandes (SUCROTEC)

Solução adequada para controvérsias no agronegócio: mediação, arbitragem e contencioso judicial.
Francisco de Godoy Bueno (CÂMARA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM - SRB)

Etanol: solução ou problema para o futuro?
Tarcilo Rodrigues (BIOAGENCIA)

Perspectivas para o mercado internacional de açúcar em 2019.
Arnaldo Luiz Corrêa (ARCHER CONSULTING)

SEÇÃO - SOLUÇÕES PARA CRISE NO SETOR.

Principais desafios para melhorar as produtividades e reduzir custos.
Dib Nunes Jr. (IDEA / CONSULTORIA DR.CANA)

As vantagens de um programa de premiação e incentivos.
Mário Ibide (SUPPRA)

Resultados da remuneração do fornecedor de cana com base num programa ganha-ganha.
Luiz Paulo Sant'Anna (CEVASA)

Estratégias para recuperação da estabilidade nas empresas sucroenergéticas.
Rodrigo Gondim e André Silva Bueno (DELOITTE TOUCHE TOHMATSU)

Alternativas para redução da dívida e recuperação das empresas sucroenergéticas.
José Zanus (IF CONSULTORIA)

Como baixar o custo de produção de etanol utilizando o milho como matéria-prima.
José Marcos Lorenzetti (ZILOR)

 

ALÉM AINDA DE UMA SEÇÃO INTEIRA SOBRE:

NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUMENTO DE PRODUTIVIDADE DE CANA

Onde serão apresentadas as seguintes palestras:

Critérios para obter ganhos de TCH com micronutrientes e enxofre: resultados obtidos na safra 2018/19.

Água produtiva e as novas tecnologias de monitoramento e controle do canavial.

Uso de adubo biológico com ganhos de produtividade na cana-de-açúcar.

Eficiência do manejo de pragas e seus impactos na lucratividade agroindustrial.

Como a nutrição de plantas pode contribuir na redução de custos?

Nova técnica para recuperação da produtividade de soqueiras velhas.

 ________________________________________________________

Serviço:

17º Seminário de Produtividade & Redução de Custos da Agroindústria Canavieira

Data: 05 e 06 de dezembro de 2018

Local: Centro de Convenções Ribeirão Preto

Endereço: Rua Bernardino de Campos, 999 – Centro – Ribeirão Preto - SP

Mais informações: (16) 3211-4770

ou pelo WhatsApp: LINK DIRETO AQUI

E-mail: eventos@ideaonline.com.br

INSCREVA-SE: CLIQUE AQUI


Fonte: Assessoria