Clipping

Compactação do solo na colheita: alguns solos necessitam um cuidado maior.

Atualmente, um dos principais fatores de perda de produtividade ao longo de um ciclo da cultura de cana-de-açúcar se dá pelo pisoteio da cana, principalmente no momento da colheita mecanizada. E isso ocorre principalmente em Latossolos que apresentam a camada superficial com teores de argila acima de 30%, isto é, Latossolos de textura média-argilosa e argilosa. Devemos, portanto, identificar na Carta de Solos da usina quais são os solos mais argilosos e ter um maior cuidado nas operações de colheita para essas áreas.

Durante trabalhos de mapeamento, técnicos da CSolos, já identificaram várias áreas de cana-planta, em solos argilosos, precisarem ser reformadas devido a colheita ter sido realizada com umidade inadequada e com intensa passagem do rodado sobre a linha de plantio. Com relação aos Argissolos, de forma geral, esses solos possuem a camada superficial mais arenosa e, portanto, com menores índices de compactação.

No entanto, quando os Argissolos são manejados inadequadamente, como por exemplo utilizando arado no preparo, isso faz com que as camadas subsuperficiais sejam transportadas para a superfície e estas possuindo um teor de argila mas elevado passa a ter um risco de compactação mais alto. Portanto, procure evitar no preparo de Argissolos o uso de implementos que invertam camadas do solo.

Sobre nós

O consultor Dib Nunes Jr., do Grupo IDEA e Fernando Bertolani, da CSolos fazem parte da rede de consultores associados Dr. Cana.

O Dr. Cana é uma maneira diferente, com excelente custo-benefício, de se contratar consultorias agrícolas das diversas fases da produção da cana.

O assinante do Dr. Cana possui créditos mensais para trocar por serviços especializados que se complementam com o objetivo de aumentar a produtividade.

Saiba mais em: www.drcana.com.br


Fonte: Fernando Bertolani - CSolos