Clipping

Consecana aprova novo modelo de pagamento da cana que prevê prêmios

A diretoria do Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo (Consecana) aprovou, na semana passada, um novo formato de pagamento aos fornecedores de cana às usinas que prevê acréscimos aos valores pagos para além do valor da matéria-prima.

O novo formato prevê o pagamento de um prêmio associado à qualidade da matéria-prima, além de pagamentos adicionais referentes ao “compartilhamento de valor” através do reconhecimento de indutores de maior eficiência e sinergia, além da incorporação dos preceitos do RenovaBio.

O prêmio referente à qualidade será avaliado conforme a pureza do caldo da cana, que aumenta o rendimento na indústria, e começará a ser pago já nesta safra 2019/20, por quinzena. Em nota, a Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil (Orplana) informou que elaborará uma cartilha com os detalhes da apuração e do pagamento desse prêmio.

O Consecana também recomendou que as usinas e os fornecedores negociem bonificações ou premiações adicionais que possam refletir “eventuais particularidades de uma determinada região produtiva ou que visem ao ganho de eficiência e produtividade”, como informou a Orplana, em nota. Esses ganhos podem estar atrelados, por exemplo, à distância entre fornecedores e indústrias ou ao nível de demanda por cana.

A organização dos produtores disse também estar elaborando um estudo com os pontos que podem gerar valor adicional para a cana.

Além disso, a diretoria do Consecana determinou à Câmara Técnica do conselho a elaboração de estudos para avaliar como incluir os preceitos do RenovaBio ao sistema de precificação da cana.

 


Fonte: Valor Econômico