Clipping

Consumo de etanol hidratado acumula vários recordes em MG em 2018

Postado em 4 de Fevereiro de 2019

O consumo de etanol hidratado em 2018 no estado de Minas Gerais bateu recorde histórico com a comercialização de 2,488 bilhões de litros. Na comparação com 2017 o crescimento foi de 69,4% sendo que naquele ano a comercialização 1,468 bilhões de litros, de acordo com dados divulgados na sexta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O consumo de etanol hidratado no estado no mês de dezembro foi de 276,349 milhões de litros ou 44% maior do que dezembro de 2017 de 191,901 milhões de litros. Já na comparação com novembro o crescimento foi de 8,7%, naquele mês o consumo foi de 254,276 milhões de litros.

De acordo com o presidente da SIAMIG, Mário Campos, Minas Gerais atingiu também um recorde em 2018 de participação do hidratado no ciclo otto (etanol + gasolina C) de 33%, bem acima do percentual do país de 26%. A maior participação do combustível limpo e renovável no estado tinha sido em 2015 com 25%. 

Em outubro de 2018, também, o consumo de etanol, pela primeira vez na história, superou em 0,7% o consumo de gasolina no estado, com um volume de 277 milhões de litros.

Já a participação do etanol total (hidratado+anidro) no ciclo otto foi de 51% em 2018, o que significa que o consumidor mineiro se beneficiou mais do biocombustível ível limpo e renovável em detrimento ao combustível fóssil, a gasolina.

"A maior oferta de hidratado em 2018 de 3,5 biloes de litros tornaram Os preços mais acessíveis do etanol hidratado ao consumidor frente a gasolina, praticamente durante todo o ano", destaca Mário Campos.

Já o consumo total de etanol em 2018 no país foi de 19,4 bilhões de litros, um crescimento de 42,1% frente aos 13,6 bilhões de litros de 2017

 

 

 

 


Fonte: SIAMIG