Clipping

Cosan registra lucro no 3º trim. de R$ 303 mi, queda de 62,9% ante 2019

Postado em 17 de Novembro de 2020

A Cosan registrou lucro líquido de R$ 303,8 milhões no terceiro trimestre de 2020 (3tri20), 62,9% a menos do que os R$ 818,9 milhões de 2019. O período, entre julho e setembro deste ano, corresponde ao segundo trimestre da safra 2019/2020 de cana-de-açúcar, um dos principais ramos de atividade da companhia. A Cosan relatou lucro líquido ajustado de R$ 272,8 milhões, queda de 43,7% ante os R$ 484,7 milhões no terceiro trimestre de 2019.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Cosan somou R$ 1,916 bilhão no terceiro trimestre de 2020, contra R$ 2,188 bilhões no mesmo trimestre de 2019, queda de 12,4%. O Ebitda ajustado atingiu R$ 1,700 bilhão, alta de 6,2% na mesma base de comparação.

A receita líquida da Cosan foi de R$ 17,550 bilhões entre julho e setembro deste ano, queda de 6,9%. Os investimentos atingiram R$ 723,2 milhões no terceiro trimestre, ante R$ 681,0 milhões no mesmo período de 2019, avanço de 6,2%. Já a dívida líquida cresceu 23,0% entre os períodos, para R$ 15,937 bilhões. A alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, fechou em 30 de setembro em 2,7 vezes, ante 1,9 vez em igual data do ano anterior.

Divisões

A Raízen Combustíveis obteve Ebitda ajustado de R$ 907 milhões no terceiro trimestre de 2020, alta de 37% sobre igual período de 2019. “A flexibilização das medidas de isolamento social em grande parte do país alavancou a retomada gradual da atividade econômica e, por consequência, a demanda por combustíveis, principalmente no Brasil”, diz a empresa em comunicado.

O Ebitda ajustado da RC Brasil foi de R$ 611 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 5% em relação ao mesmo período de 2019, principalmente por causa da queda no volume vendido, de 9%, e de setores como aviação e varejo que ainda são afetados pela pandemia da covid-19. Na comparação com o segundo trimestre de 2020, o Ebitda ajustado subiu quase 10 vezes, e o volume de vendas avançou 27% na mesma comparação.

Já a RC Argentina registrou Ebitda ajustado de US$ 56 milhões, ou R$ 296 milhões, no terceiro trimestre, revertendo perda no segundo trimestre deste ano e avançando expressivamente ante ao resultado do terceiro trimestre de 2019.

Açúcar e etanol

Na Raízen Energia, braço sucroenergético da empresa, o Ebitda ajustado do segundo trimestre da safra 2020/21 foi de R$ 974 milhões, avanço anual de 15%. O resultado foi impulsionado pela maior venda de açúcar próprio em decorrência dos altos preços em reais. A produção de açúcar equivalente subiu 6%, refletindo o tempo seco que acelerou a moagem e o avanço da produtividade.

Queda no lucro tem a ver com questões que não geram efeito de caixa

Parte do recuo anual de 62,9% do lucro líquido e de 43,7% do lucro líquido ajustado da Cosan no terceiro trimestre de 2020 tem a ver com fatores específicos e que não geram, necessariamente, efeitos no caixa, de acordo com o gerente executivo de Relações com Investidores da companhia, Phillipe Casale. “Uma parte tem a ver com as ações que a empresa tem e que, quando oscilam para cima ou para baixo, marca-se o resultado”, disse ele em entrevista, na sexta-feira (13). “Portanto, quando as ações caem, há um efeito no lucro líquido, mas é totalmente contábil”, informou.

Ele lembrou também o impacto do câmbio, já que a empresa tem uma dívida perpétua (em que não é necessário pagar o principal), que não tem necessidade de hedge, mas cuja volatilidade cambial influencia o lucro.

Casale destacou o resultado do Ebitda, que “mostra mais a operação”. O Ebitda ajustado avançou 6,2% na comparação anual, para R$ 1,7 bilhão, enquanto o sem ajuste recuou 12,4%, para R$ 1,916 bilhão.

A chefe do escritório de Nova York, de ESG e de Relações com Investidores da companhia, Paula Kovarsky, afirma que, ao longo de sua trajetória, a empresa “consistentemente entregou crescimento de Ebitda, independentemente do cenário macroeconômico, dos desafios globais, políticos, entre outros”. A situação no segundo trimestre deste ano, segundo ela, saiu do controle não só da Cosan, mas de todas as companhias. Agora, porém, a empresa está voltando à entrega de resultados.

Kovarsky afirma que, neste terceiro trimestre de 2020, houve recuperação econômica na comparação com os três meses anteriores. Porém, ainda é difícil projetar cenários futuros, diz ela

 


Fonte: Broadcast Agro