Clipping

CTC lança Desafio para disseminar melhores práticas no plantio da cana

Postado em 5 de Julho de 2019

Ação incentivará adoção da técnica de MEIOSI e premiará as melhores taxas de desdobra

Reconhecer e difundir as melhores práticas de plantio, otimizando as atuais taxas de multiplicação alcançadas. Essa é a proposta do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), empresa 100% nacional com foco em pesquisa, desenvolvimento e comercialização de variedades de cana-de-açúcar, ao lançar o Desafio MEIOSI.

A ação, que tem início agora no mês de julho, visa disseminar as melhores práticas agronômicas, incentivar o uso do sistema MEIOSI e otimizar as atuais taxas de multiplicação de variedades de cana-de-açúcar. A adoção da técnica da MEIOSI (Método Interrotacional Ocorrendo Simultaneamente) tem grande potencial para reduzir os custos do plantio e seu sucesso depende de planejamento e execução otimizados, para que os benefícios técnicos e econômicos sejam de fato contabilizados pelo produtor.

O método consiste em produzir a muda no local de plantio e, quando observadas as exigências de sanidade e qualidade da muda, proporciona alta produtividade de gemas e elevadas taxas de multiplicação, reduzindo significantemente o custo de implantação da lavoura. “Dentre os sistemas atualmente adotados no setor, o plantio em MEIOSI é o que tem apresentado os melhores resultados no que diz respeito a maior quantidade e aproveitamento de gemas por metro. Essa técnica, apesar de ser um método exigente em planejamento, operações e “cuidados”, possui destacados benefícios em relação ao método convencional. Com o Desafio MEIOSI, queremos incentivar uma produção eficiente, sem broca e com alto potencial produtivo”, explica Luiz Antonio Paes, gerente de Marketing de Produto do CTC.

Com o Desafio MEIOSI, o CTC vai identificar e replicar os manejos adotados para a difusão das melhores práticas entre os participantes.

Regras do Desafio

O período das inscrições e plantio é de julho de 2019 a 31 de outubro de 2019. Para participar do Desafio MEIOSI, o produtor deve cultivar a variedade CTC 9001BT em uma área mínima de 10 hectares (linha mãe) e obrigatoriamente contar com plantio de refúgio. O tempo máximo entre plantio e desdobra deve ser de 9 meses. O Desafio vale para duas categorias de ambientes de produção: Favorável e Desfavorável.

Premiação

As áreas inscritas serão monitoradas pelo time técnico do CTC. Com base no desempenho apresentado em relação à taxa de desdobra, cada categoria premiará os dois melhores resultados: o primeiro lugar com uma viagem internacional e o segundo lugar com uma viagem nacional, cujos destinos ainda serão definidos.

Sobre o Centro de Tecnologia Canavieira

O CTC – Centro de Tecnologia Canavieira (Bovespa Mais: CTCA3) é uma empresa 100% nacional com foco em pesquisa, desenvolvimento e comercialização de variedades de cana-de-açúcar e outras tecnologias disruptivas. Tem como acionistas o BNDESPar e os principais grupos do setor sucroenergético, representando mais de 60% da produção de açúcar e etanol do Brasil.

 

 


Fonte: Ketchum - retirado do Portal Canaonline