Clipping

Demanda de óleo de soja para biodiesel deve crescer mais de 20% em 2020, diz Abiove

Postado em 25 de Setembro de 2019

A demanda de óleo de soja para o biodiesel deverá crescer mais de 20% em 2020, ante o previsto para este ano, para 5 milhões de toneladas, com impacto do aumento obrigatório da mistura do biocombustível no diesel fóssil, informou a Associação Brasileira Indústrias Óleos Vegetais (Abiove), nesta terça-feira.

A mistura obrigatória no Brasil foi elevada de 10% para 11% em 1º de setembro e será elevada novamente para 12% em março do próximo ano, conforme cronograma do governo.

"O biodiesel... está sendo um vetor bastante interessante de demanda pelo óleo", disse a jornalistas o economista-chefe da Abiove, Daniel Furlan, ao participar do evento FT Commodities Americas Summit, no Rio de Janeiro.

Segundo ele, neste ano, as 4,1 milhões de toneladas utilizadas para o biodiesel representam cerca de metade de demanda total por óleo de soja do país.
O óleo de soja é a principal matéria-prima para a produção de biodiesel no Brasil, respondendo por cerca de 75% do total, segundo a Abiove.

Dessa forma, uma esperada safra recorde em 2019/20, conforme previsões de analistas, pode ser importante para que o país possa atender as obrigações da mistura de biodiesel de forma adequada.

Outro fator positivo para produtos de soja neste ano, ressaltou Furlan, é a demanda por farelo da indústria de carnes, que tem investido para atender exportações maiores diante da peste suína africana na China, que reduziu de forma expressiva os rebanhos chineses.

 


Fonte: Reuters