Clipping

Diana Bioenergia supera expectativas de início da safra

Postado em 10 de Junho de 2020

Até 31 de maio a empresa apresenta moagem, ATR, eficiência industrial e mix de açúcar maiores do que o planejado

A Usina Diana começou a safra registrando um bom desempenho operacional. Nos primeiros 61 dias da safra 2020/21, houve melhorias significativas em relação as safras anteriores.

Isso tudo devido ao árduo trabalho realizado nos últimos dois anos de renovação do canavial, alinhado ao trabalho de redução de custos e melhoria das eficiências operacionais.

Essa evolução vem fazendo com que a produção supere o planejamento de moagem. De 1 de abril até 31 de maio a empresa processou 313.560 mil toneladas de cana-de-açúcar, 11 mil a mais do que a previsão, e o melhor de tudo, com um ATR acumulado de 128,85 kg (3,74% maior que o planejado), uma eficiência industrial acumulada de 90,30% (2,62% maior que o planejado) e um mix de açúcar de 61,31% (17% maior que o planejado). Além disso no mês de maio alcançou a meta de zero acidentes no setor agrícola.

Esses resultados têm como base uma gestão pautada na sustentabilidade, segurança e respeito pelos colaboradores. Prova disso é a conquista da certificação “Etanol Mais Verde”, válida até abril de 2021, que tem como objetivo consolidar as melhores práticas de sustentabilidade na cadeia de produção sucroenergética paulista.

Nesse ritmo, a companhia segue confiante em alcançar uma melhor performance até o fim da safra, em comparação com o planejado. “A safra passada iniciamos em 28/04/2019, mesmo assim, estamos com nossos dados melhores, o que nos deixa extremamente confiantes de que a safra 2020/21 da Diana será muito boa” comemora Ricardo Martins Junqueira, CEO da Diana.


Fonte: Diana Bioenergia