Clipping

Diminui fila de navios aguardando para carregar açúcar

O total de navios que aguarda para embarcar açúcar nos portos brasileiros estava em 66 na semana encerrada em 06 de setembro, contra 74 na semana passada, de acordo com levantamento realizado pela agência marítima Williams Brasil. Conforme o relatório, foi agendado carregamento de 2.455.447 toneladas de açúcar. Pelo Porto de Santos (SP) deve ser carregada a maior parte (1.913.587 toneladas, ou 78% do total). Depois aparece o porto de Paranaguá (541.860 toneladas – 22%).      

A carga de açúcar a ser exportada consiste da variedade VHP (2.343.247 toneladas), Cristal B150 (47.200 toneladas) e Refinado A45 (65.000 toneladas). O relatório da agência leva em conta as embarcações já ancoradas, as que estão em largo esperando atracação e ainda as com previsão de chegada até 17 de outubro.
Consumo de etanol despenca no ano. 

O consumo de combustíveis em gasolina equivalente (etanol hidratado e gasolina C) pelos veículos leves no Brasil de janeiro a julho de 2017 totalizou 30,92 bilhões de litros ante 30,31 bilhões de litros registrados no mesmo período de 2016 - crescimento de 2,03%. Dados publicados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) também indicam que nos primeiros sete meses deste ano, a participação do biocombustível hidratado na demanda acumulada alcançou 15,5% contra 19,7% em 2016.

No Centro-Sul e no Norte-Nordeste houve aumento no consumo de combustíveis; em gasolina equivalente esta elevação foi de 2,0% e 2,3%, respectivamente. Considerando os cinco principais estados consumidores do País, apenas o Rio de Janeiro apresentou retração da ordem de 5,1%. Observou-se crescimento no volume demandado de combustíveis em São Paulo (1,3%), Minas Gerais (2,7%), Paraná (2%) e Rio Grande do Sul (5,6%). 

Com relação ao etanol hidratado, de janeiro a julho, notou-se expressiva queda de 19,6% no volume consumido ante o mesmo período do ano passado - 6,86 bilhões de litros em 2017 versus 8,54 bilhões de litros em 2016. Em contrapartida, a demanda por gasolina C apontou aumento de 7,3% - 26,12 bilhões de litros em 2017 versus 24,33 bilhões de litros em 2016. "A retração no volume consumido de etanol hidratado decorre da perda de competitividade do combustível renovável frente o concorrente fóssil", disse a Unica, em nota.


Fonte: Agência SAFRAS