Clipping

Diplomacia ambiental se torna pauta geopolítica para o agro

Postado em 3 de Outubro de 2019

Produção sustentável, acordos comerciais entre blocos e políticas ambientais pautaram, nesta quarta-feira (2/10), um evento em São Paulo que trouxe à discussão a diplomacia ambiental como fator decisivo no comércio internacional. Apesar de o mercado externo ter ameaçado boicotar a importação de produtos brasileiros, como soja e carne bovina, devido às queimadas na Amazônia, o embaixador Rubens Barbosa, atuante em Washington (EUA) entre 1999 e 2004, defende que ainda há tempo de o Brasil comprovar sua atuação sustentável para que o acordo seja concretizado.

“Esse acordo ainda não foi assinado. A ratificação vai ser assinada no segundo semestre do ano que vem, e vai ser ratificado pelos parlamentos daqui a dois anos. Então nós temos dois anos para ter um discurso que mostre objetivamente o que está sendo feito para não prejudicar a assinatura do acordo, porque tem alguns países que estão com muitas reservas em relação à aprovação desse acordo”, explica Rubens Barbosa.

 


Fonte: Globo Rural