Clipping

Dispositivo Destorroador otimiza sulcador usado no plantio manual

Postado em 8 de Abril de 2020

Utilizado com sucesso na plantadora automatizada DMB, recurso tecnológico aprimora preparo do solo e substitui canteirizador no plantio manual da cana  

O Sulcador com Aplicador de Adubo e Calcário (Óxidos) da DMB Máquinas e Implementos Agrícolas, voltado para produtores de cana que fazem o plantio convencional (manual), inclusive em áreas de meiosi, ganhou um novo e eficiente recurso: o Dispositivo Destorroador, o mesmo que é usado na Plantadora de Cana Picada PCP 6000 Automatizada. As unidades produtoras de cana-de-açúcar têm, agora, a opção de adquirir o sulcador, usado no plantio manual, com essa “ferramenta”.

Além de aprimorar o preparo do solo – como ocorre no plantio mecanizado –, o dispositivo substitui o canteirizador utilizado nas operações manuais, informa o engenheiro agrônomo Auro Pardinho, gerente de marketing da DMB. “Não há necessidade de outro equipamento nem de uma segunda operação. O Dispositivo Destorroador prepara a área onde vai ser plantada a linha-mãe de meiosi”, exemplifica. Pode ser usado também em áreas de desdobra de meiosi.

O novo recurso incorporado ao Sulcador com Aplicador de Adubo e Calcário possui uma haste que subsola o fundo do sulco e um dispositivo destorroador que elimina torrões e ondulações do terreno, possibilitando a diminuição do número de operações realizadas no preparo de solo convencional. O Dispositivo Destorroador simplifica e barateia o sistema de preparo de solo de usinas e produtores. Além disso, cria um ambiente propicio para a brotação da gema. Proporciona um melhor perfilhamento da cana-de-açúcar, possibilitando um maior arranque no desenvolvimento inicial da planta.

Essa tecnologia otimiza ainda mais o Sulcador com Aplicador de Adubo e Calcário, que distribui ao mesmo tempo esses dois insumos no sulco do plantio. O implemento adota inclusive mecanismo similar ao do Distribuidor de Adubo e Calcário – lançado pela DMB na Agrishow 2018 –, com sistema inovador que garante a aplicação do calcário com total fluidez, de maneira eficiente e constante. Nos adubadores convencionais, o produto costuma aderir às paredes dos equipamentos, formando túneis que dificultam a saída do insumo. 

Outra grande vantagem desse sistema de distribuição é viabilizar a aplicação de calcário de alta reatividade, muito superior ao convencional. Em períodos de baixos índices pluviométricos – como geralmente ocorre no Outono e Inverno no Centro-Sul – aumenta a importância da utilização desse tipo de produto. É que o calcário convencional precisa de 2000 a 3000 mm de chuva para solubilizar, enquanto o de alta reatividade requer apenas 200 mm.  

Por Luciana Paiva


Fonte: CanaOnline