Clipping

Eletrificação com biocombustíveis é a solução à mão

A eletrificação da frota automotiva com biocombustíveis é a solução à mão para o Brasil. Foi o que destacou o presidente da Datagro, Plínio Nastari, durante a abertura da 17a. Conferência Internacional Datagro sobre Açúcar e Etanol, nesta segunda-feira (06), em São Paulo (SP)
 
Segundo Nastari, os benefícios ambientais da eletrificação da frota automotiva não podem ser avaliados somente a partir do abastecimento dos veículos no posto. De acordo com o presidente da Datagro, no debate sobre o carro elétrico é preciso, acima de tudo, identificar a origem da energia elétrica que irá abastecer a frota.
 
"E neste quesito o etanol é imbatível, é a fonte energética que menos emite CO2", salientou, acentuando que "o etanol é o combustível mais avançado ambientalmente, porque tem a menor emissão de gases de efeito estufa tanto no cenário atual quanto no projetado na comparação com carros eletrificados."
 
Nastari enfatizou que o próprio mix de etanol e gasolina existente no Brasil já é mais verde - ou seja - emite menos CO2 do que a eletrificação à bateria. "Isso porque é preciso, sempre, checar a origem da energia elétrica que irá abastecer as baterias", frisou, acrescentando: "de nada adianta o carro ser elétrico se a energia que o abastece for proveniente de uma fonte suja do ponto de vista ambiental, sem contar a questão do descarte das baterias".
 
Segundo Nastari, o Brasil já tem uma infraestrutura de produção e distribuição de biocombustíveis consolidada, e o País não pode prescindir disso.


Fonte: Datagro