Clipping

Embarques agrícolas têm atraso na Argentina devido a inspeções por coronavírus

Postado em 31 de Março de 2020

Os embarques de produtos agrícolas e agroindustriais estão enfrentando atrasos na Argentina, devido aos controles que o governo realiza a navios que ingressam nos portos por causa do coronavírus.

Os atrasos somam-se às dificuldades na circulação de caminhões que transportam grãos, algo registrado desde que o governo argentino anunciou uma quarentena geral há duas semanas para conter a propagação do vírus, apesar de os caminhoneiros estarem isentos da restrição.

Uma fonte do setor agroexportador de Rosario, de onde partem 80% dos embarques agrícolas e agroindustriais argentinos, afirmou que a agência Prefeitura Naval Argentina realiza controles a embarcações que chegam aos portos do país, causando atrasos de cerca de um dia.

Segundo os últimos dados da agência marítima NABSA, até sexta-feira (27), 21 barcos haviam sofrido atrasos no carregamento de mercadorias na zona de Rosario.

Enquanto isso, sindicatos relacionados à atividade portuária pediram que todos os navios que entrarem no país realizem uma quarentena de 14 dias por causa do coronavírus, de acordo com um relatório interno da câmara de processadores e exportadores argentinos de grãos CIARA-CEC, que foi visto pela Reuters.

"Entendemos que o governo está trabalhando para que todas essas partes estejam alinhadas com o protocolo nacional e evitem medidas unilaterais, o que não é uma tarefa fácil", destacou em comunicado a entidade, da qual empresas como Bunge e Cargill fazem parte.


Fonte: Reuters