Clipping

Estoques de açúcar da Índia devem mais que dobrar com produção recorde, diz indústria

Os estoques de açúcar na Índia provavelmente mais do que duplicarão no final do ciclo de comercialização, enquanto o agora maior produtor mundial do produto se esforça para exportar um excedente, disse um importante órgão da indústria nesta terça-feira.



O aumento vai pressionar os preços locais, potencialmente forçando o país a tentar enviar mais açúcar para o exterior, o que poderia influenciar os preços globais , que já caíram 16 por cento este ano.



O país deve encerrar a temporada de comercialização em 30 de setembro com estoque de 10 milhões de toneladas, comparado com 3,87 milhões de toneladas no ano anterior, afirmou a associação da indústria (ISMA, na sigla em inglês).



"A produção está em um nível recorde. O estoque está aumentando, mas usinas não estão exportando açúcar devido a retornos mais baixos", disse um operador em Mumbai de uma empresa de comércio global.


A Índia até agora contratou exportação de somente 275 mil toneladas de açúcar de sua produção recorde de 32,25 milhões de toneladas, segundo operadores.



Com esse volume de produção, a Índia supera o Brasil, tradicionalmente o maior produtor global, em momento em que o país asiático garante subsídios ao setor.



O excedente deve aumentar na temporada 2018/19, que começa em 1º de outubro, com a produção indiana podendo saltar para 35 milhões a 35,5 milhões de toneladas, disse a ISMA.



O Estado de Uttar Pradesh, o maior produtor de Índia, poderia produzir entre 13 milhões e 13,5 milhões de toneladas de açúcar no próximo ano, afirmou a associação. Isso seria 12 por cento a mais maior do que no ano atual, com a ISMA dizendo que os agricultores dedicaram uma área maior com variedades de cana mais produtivas.




A produção de açúcar de Maharashtra é estimada em 11 milhões a 11,5 milhões de toneladas na nova temporada, acima de 10,71 milhões de toneladas no ano passado, segundo a ISMA.

 


Fonte: Reuters - retirado do site Último Instante