Clipping

Etanol pode subir menos nesta entressafra

Cenário deve impactar lucro das usinas que se prepararam para entrar no período com estoques elevados

Os preços do etanol hidratado no Brasil devem subir menos durante a entressafra de cana-de-açúcar no centro-sul ante as previsões iniciais, dada a recente queda nas cotações da gasolina da Petrobras.

Os valores do etanol sazonalmente avançam entre o final de um ano e o início do seguinte por causa da menor produção na principal região canavieira do País.

Mas o tombo da gasolina nas refinarias da Petrobras neste mês aponta para um ganho menor pelo biocombustível, dado o risco de perda de competitividade. Isso pode impactar os lucros de usinas que se prepararam para entrar cheias de estoques na entressafra após o petróleo vir numa crescente no mercado internacional, renovando máximas em quatro anos desde agosto.

“É evidente que essa redução [da gasolina] diminuiu o ‘gap’ até onde poderíamos chegar com o etanol. Com certeza se reduziu o potencial de apreciação do etanol na entressafra”, diz o diretor da comercializadora Bioagência, Tarcilo Rodrigues.

Para ele, a tendência é o biocombustível ainda se manter atrativo nos próximos meses, com seu preço abaixo da paridade de 70% ante o da gasolina. Mas “se meu concorrente baixa a régua, vou ter de elevar menos”, ponderou.Por ora, ele calcula que, somando-se impostos e demais tributos, o etanol nas usinas paulistas pode atingir algo entre R$ 2,35 e R$ 2,45 por litro na entressafra, de R$ 2,18 atualmente. Usinas do centro-sul impulsionaram a fabricação de álcool na atual temporada 2018/19, na esteira de preços elevados da gasolina e do enfraquecimento das referências internacionais do açúcar na Bolsa de Nova York.


Fonte: DCI