Clipping

Etanol sobe nos postos, mas valores recebidos pelos produtores caem

Os preços do etanol hidratado (que abastece diretamente os tanques dos veículos) subiram para os motoristas da grande maioria dos Estados do país na semana passada, acompanhando a valorização da gasolina, mas os valores pagos para as usinas do país continuaram em queda.

De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizado na semana móvel encerrada no dia 23, o biocombustível registrou alta em 22 Estados no período e caiu em apenas em três Estados e no Distrito Federal.

Como o movimento acompanhou a alta da gasolina, o etanol manteve sua vantagem econômica nos quatro Estados onde vem sendo mais competitivo: São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás. Desde o início do mês, a Petrobras já elevou em 10,81% o preço médio da gasolina A (vendida às distribuidoras, ainda sem mistura ao etanol anidro) nas refinarias. No ano, o reajuste já chegou a 22,9%.

Para os produtores, porém, os preços do etanol hidratado continuam em queda. Na semana entre os dias 18 e 22, o indicador Cepea/Esalq para o etanol pago às usinas de São Paulo ficou em R$ 1,7686 o litro. Foi uma queda de 4,57% em apenas uma semana, e o valor médio voltou ao menor patamar desde a segunda semana de fevereiro, quando o mercado doméstico ainda estava pressionado por estoques elevados.

Em Goiás, os preços pagos aos produtores também vêm registrando consecutivas quedas nas últimas semanas. O indicador Cepea/Esalq para o etanol hidratado entre os dias 18 e 22 recuou 6,67% ante a semana anterior, para R$ 1,4794 o litro – o menor valor também desde a segunda semana de fevereiro.

Por Camila Souza Ramos 

 

 

 


Fonte: Valor