Clipping

Etanol sobe quase 15% na 1ª quinzena de março, diz Ticket Log

Postado em 16 de Março de 2021

Enquanto a gasolina registra altas constantes em seus preços nos últimos meses, o etanol apresentou reajustes ainda maiores durante a primeira quinzena de março. O Índice de Preços Ticket Log (IPTL) mostra que o preço médio do álcool avançou 14,77% na comparação com fevereiro, e com isso o combustível foi comercializado acima dos R$ 4,00.

A gasolina apresentou aumento de 9,95% nos preços nas duas primeiras semanas de março, em relação ao fechamento de fevereiro. O valor médio do litro do combustível, de R$ 5,609, foi o maior registrado desde o início do ano.

“O preço médio nacional do álcool neste começo de março foi de R$ 4,474. Além disso, em quase todos os Estados o combustível superou a faixa de R$ 4,00. Apenas São Paulo e Mato Grosso registraram preços abaixo dessa linha”, destaca Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, controladora da Ticket Log.

Na comparação com os preços registrados ao final de 2020, o valor médio do litro da gasolina avançou 17,56%, e do etanol, 20,72%.

Na comparação entre as regiões, a gasolina mais cara foi registrada no Centro-Oeste, a R$ 5,719, enquanto a mais barata é verificada no Sul, a R$ 5,417. Já o etanol apresentou um cenário oposto de preços. Na Região Centro-Oeste, o mais barato, a R$ 4,246 o litro médio, e na Região Sul o mais caro, a R$ 4,636.

Entre os Estados, o etanol mais caro foi registrado no Rio Grande do Sul, acima de R$ 5,00. No Estado, o combustível foi comercializado a R$ 5,156. Em São Paulo, o litro médio a R$ 3,886 foi o mais barato na primeira metade de março. Em Minas Gerais, o maior avanço do País, de 21,85%, fez o preço do combustível aumentar para R$ 4,310.

Já a maior alta da gasolina foi em Goiás, de 12,86%, com preço médio a R$ 5,749. O valor médio mais caro foi registrado mais uma vez no Acre, a R$ 6,065, e o mais barato novamente no Amapá, a R$ 5,069. “Em nenhum Estado, a gasolina e o etanol registram recuo nos preços nas primeiras semanas de março”, completa Pina.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que administra 1 milhão de veículos, com uma média de oito transações por segundo.

 


Fonte: Estadão Conteúdo